9 de março de 2013

MAR

Não sei que fascínio exerces sobre mim, ó mar!
Bastou ver-te, ouvir-te e respirar-te
Nem foi preciso tocar-te
Mas roubaste toda a minha agitação
Que ficou guardada em ti.





fotos tirada, hoje, em Espinho
Enviar um comentário