3 de fevereiro de 2014

OS NÃOS DA VIDA

Não! Não me conformo! Não tinham o direito de não lhe darem segunda oportunidade!
Infância amputada, não aprendeu a brincar, não aprendeu a conviver. Não ouviu uma voz carinhosa de mãe, não viu um sorriso orgulhoso de pai, não escutou uma história aconchegado nos lençóis. Filho do álcool, não aprendeu a alegria! Não aprendeu a ser gente.
Agora, já cá não está.
Não foi notícia de jornal. De telejornal também não.
Atropelado, disseram uns.
Overdose, disseram outros.

Texto cortado para ficar com 77palavras (ver o original aqui)
desafio nº59 da Margarida Fonseca Santos, no blogue 77palavras
Enviar um comentário