12 de fevereiro de 2012

(DES)ENCONTRO


Olhou-a com o mesmo olhar do lobo quando encarou o Capuchinho Vermelho. Olhar de gula feroz.
Ela, ingénua e seráfica, esperava na esplanada combinada, flor no casaco, como combinado, lendo o livro combinado, à hora combinada.
Ele, como não fora combinado, vestia calças pretas, no lugar dos jeans deslavados, camisa preta, no lugar da azul de ganga, e trazia um não combinado chapéu preto, em vez do boné.
Ela viu-o. Não ligou.
Ele analisou-a. E gostou!!!...
Enviar um comentário