5 de maio de 2012

NAMORO


ilustração de Kiko Rodriguez

Salto de página em página e todas percorro, sem pressa nem nervosismos. Lentamente. Saboreio o percurso, paro, avanço, recuo.
Deito-me com as palavras, observo-as, acaricio-as e saboreio cada uma delas.
Chego ao fim, à última página, aquela que menos tempo me vai deixar ficar para dela usufruir. Dói-me não poder continuar entre elas mas sei que tenho outras que me esperam ansiosamente.
Não sou um marcador fiel: namoro, com volúpia, todas as páginas dos livros que marco.




Enviar um comentário