19 de abril de 2012

À PROCURA DE MIM

Hoje vou de viagem. Não consigo mais estar aqui. Não consigo mais aturar-te. Quero liberdade. Quero ser eu. Estou farta de ser tu. Tu que invadiste a minha vida, a aprisionaste. A minha alma também está presa. Deixou de pensar em mim para pensar em ti, nos teus caprichos, nos teus queixumes, nas tuas esquisitices. Quando regressar, não sei se te avisarei. Talvez entendas, talvez não. Hoje vou partir à procura de algo, à procura de mim.

Publicado no blogue 77palavras
Enviar um comentário